Projeto Visão - Novos Horizontes

Projeto Visão - Novos Horizontes

Os erros refrativos não corrigidos são a principal causa de deficiência visual em crianças e adolescentes no mundo e, infelizmente, é muito comum esses erros passarem despercebidos, como aponta a publicação As Condições de Saúde Ocular no Brasil. Rodrigo Zaim, fotógrafo com 13 graus de miopia, lembra que antes de ser diagnosticado como míope achava que aquela era a maneira como todos enxergavam e por isso não se queixava. 

Por isso, ações como a do Hospital de Olhos Aparecida, coordenada pelos doutores Alexandre Chater Taleb, integrante da Comissão de Ensino do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), e Marcos Pereira de Ávila, Coordenador do VI Fórum Nacional de Saúde Ocular e presidente do CBO na gestão 1999-2001, são fundamentais para o desenvolvimento desses que serão o futuro do nosso País.

Realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Educação da cidade de Aparecida de Goiânia, em Goiás, a ação ofereceu atendimento oftalmológico gratuito para 243 crianças da Escola Municipal Franscisco Rafael Campos – 52 receberam a prescrição de óculos e muitos deles foram doados aos que não tivessem condições financeiras de custear os óculos, já que muitas das crianças são de famílias que moram no aterro sanitário da cidade.

Outro ponto fundamental da ação é mostrar a importância da sensibilização dos pais e da comunidade sobre medidas preventivas e sobre as possibilidades de melhoria das condições não só visuais, mas de desenvolvimento de crianças que apresentam baixa visão, visto que esses problemas podem afetar desde o desempenho escolar até a socialização dos pequenos. 

Combater a cegueira é uma questão de cidadania e, sem dúvidas, projetos como o Projeto Visão - Novos Horizontes nos mostram maneiras efetivas de agir para a mudança das estatísticas.

Fotos

55 11 3266-4000